Ligamos para Você
Nossa politica de privacidade e cookies Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência na navegação.
Você pode alterar suas configurações de cookies através do seu navegador.
Alto Padrão BC
Alto Padrão BC
Telefones para Contato

» Casa usada: confira 4 dicas para comprar a sua sem se arrepender

Casa usada: confira 4 dicas para comprar a sua sem se arrepender
Publicado em 03/Mai/2021
Sem Categoria

Adquirir seu próprio imóvel é um grande passo, sendo considerado a realização de um sonho para muitos. No entanto, existem diversas opções disponíveis no mercado, sendo necessário ter a ajuda de uma imobiliária para decidir qual a melhor opção para suas necessidades, gostos e estilo de vida. Casas e apartamentos usados podem ser um caminho mais fácil e rápido para ter o próprio imóvel, além de uma boa oportunidade de investimento. No entanto, é preciso ter cuidado e saber como avaliar um imóvel para evitar problemas e dores de cabeça futuras.

Então, para de ajudar, no post de hoje vamos dar 4 dicas para você comprar sua casa usada sem se arrepender posteriormente.

1. Avalie a estrutura

Um dos passos mais importantes é verificar a estrutura do imóvel que será adquirido, visto que problemas nessa área além de gerarem transtornos, podem inviabilizar sua ocupação e exigir alto investimento em reformas.

O ideal é buscar por sinais aparentes, como rachaduras, colunas quebradas, ferragem aparente e com ferrugem. No entanto, é importante saber distinguir rachaduras superficiais e as mais profundas, que geralmente crescem em um ângulo de 45°.

Além disso, observe também se as colunas e vigas de sustentação não possuem quebras no concreto com ferrugem aparente. Lembre-se que infiltrações podem comprometer a segurança de toda a estrutura. Sendo assim, se reparar qualquer item citado, procure um engenheiro para conferir a gravidade de cada caso.

2. Observe as instalações elétricas e hidráulicas

Imóveis usados, principalmente os mais antigos, podem exigir atualização nas instalações elétricas. Então, para prever os custos, o ideal é levar um especialista para avaliar a situação e verificar o estado da fiação, bocais e lâmpadas.

Se possuírem ressecamento, oxidação ou qualquer outro sinal de má conservação, será necessário realizar a troca de todos os itens. Isso porque, essa é uma questão que envolve eficiência energética, ou seja, gastar menos energia e também de segurança.

Além disso, as instalações hidráulicas também precisam ser verificadas, como condições aparentes de torneiras, registros e louças sanitárias. Observe se não há corrosão ou rachaduras, conferindo nos sifões, flexíveis e nas torneiras se não há gotejamento. Feche também os registros gerais para verificar se estão funcionando adequadamente, observando ainda a coloração da água, se está escura ou a presença de detritos.

3. Verifique o estado de conservação de pisos

Em pisos de madeira, é importante procurar por desníveis e tábuas levantadas, pois indicam umidade no solo. Manchas de desgaste nas bordas também podem indicar que a troca é necessária e o fim de sua vida útil está próximo. Para tacos, o verniz deve estar recente e a calafetação preenchida.

Já em pisos laminados e vinílicos, verifique o estado de conservação, desníveis, rachaduras ou partes soltas. Por outro lado, em pisos de porcelanato ou cerâmica, você precisa observar se não há barulhos ao andar e também peças quebradas, rachadas ou riscadas.

4. Confirme se está tudo certo com a documentação

Antes de assinar o contrato de compra e venda é essencial verificar se a documentação do imóvel está em dia. Além de solicitar a escritura e registro do imóvel, você também pode conferir o histórico de propriedade por meio de sua matrícula atualizada no cartório. É esse documento que mostra se a casa está realmente quitada.

Além disso, peça a certidão negativa de tributos, visto que ela garante que o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) está em dia. Ela também indica se a área construída é correspondente ao que foi declarado ao município.

Vale lembrar ainda que outro ponto importante é o memorial descritivo do imóvel. Isso porque, apenas a vistoria do estado físico do imóvel não basta. Também é necessário observar pontos básicos desde a divisão de cômodos até o tipo de piso da residência. Esse documento também é importante para descobrir se todos os papeis estão devidamente registrados em cartório. Isso porque, se não for o caso, o processo é caro, podendo desqualificar a compra por gastos extras inesperados.

Dica bônus: tenha a ajuda de especialistas

Por fim, mas não menos importante, é de extrema importância contar com a ajuda de profissionais qualificados. Isso porque, além de o processo de compra e venda ser burocrático, uma imobiliária conta com pessoas especializadas na avaliação de imóveis. Dessa forma, ela pode verificar possíveis problemas e ajudar na negociação. É importante deixar claro que quando você decide negociar direto com o proprietário, pode deixar passar alguns itens que são de extrema importância para uma negociação segura em todos os aspectos. Portanto, com a ajuda da imobiliária você garante um preço justo pelo imóvel, segurança na transação e assim a realização de um sonho sem dores de cabeça.

 

 

Alto Padrão BC. Aqui você encontra os melhores apartamentos em Balenário Camboriú.
Gostou do conteúdo? Confira outros em nosso Blog e fique por dentro de todas as notícias imobiliárias.